quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Curitiba-Ushuaia. O filme.

Pessoal, demorou, mas chegou. Foram oito meses até ficar pronto, mas abaixo está o vídeo criado e editado pelo Turra, que acaba de chegar nas locadoras. Divirtam-se!

sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

A ida ao fim, chegou ao fim!

É pessoal, com a graça do bom Deus, nossos amigos viajantes estão de volta, sãos e salvos! Depois de muito rípio, gelo, asfalto, problemas, risadas, passeios, diversão, aventuras e muito mais, a grande jornada de moto até Ushuaia, o fim do mundo, chegou ao fim. Fico feliz em poder ter sido uma espécie de porta-voz dos acontecimentos e de ter registrado em forma de diário esta super viagem. Agradeço a todos que estava diariamente visitando o blog e deixando comentários, sempre pra lá de legais. De uma certa forma, todos nós viajamos com eles, em espírito e coração, sempre rezando para que tudo corresse bem. Um blog de viagem é isso: um jeito de matar as saudades e nos reconfortar, tendo notícias constantes e sabendo que tudo está bem. Que venha a próxima aventura, o blogueiro, vocês já tem. Beijos e abraços pra todos!

André Montejorge

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Tremores

Eu falei no post anterior que a foto tava tremida e agora recebo mais esta. Eu não sei se foi de andar muito no rípio ou é muita Quilmes mesmo, mas enfim, tá aí mais uma tremidinha. Abaixo, o breve relato do Machado:

>"Deixamos o Turra escrever sozinho ontem....A versão dos fatos é dele e não expressa a verdade...Forçou...Kkkkkk...Mas a merda de ir para o lado contrário na aduana realmente eu fiz...Hehehe...Muito sol na cabeça...Abs"

Enfim, notícias novas!

Depois de uma pausa para arrumar as malas e pegar as motos, nossos amigos viajantes deram novas notícias. Foto, apenas uma, meio nada a ver, de um happy-hour cercado de Quilmes por todos os lados e tremida à beça. Eita, que fim de feira é um saco mesmo...Como eu não tinha outra pra ilustrar, postei esta mesmo. Abaixo, o mais novo relato de Luciano Turra:

"Amigos, boa noite

Hahahaha...acharam que a gente amarelou? Que nada, é que a puxada tá forte nos últimos dias.
As coisas tem ficado melhor, principalmente no sentido da paisagem.

Dia 09: Saímos cedo de Rio Gallegos eu e Machado de Hilux e Jorge um pouco depois de BMW.
O tanque da Hilux apontava cheio (se bem que a gente rodou um pouco lá na cidade) mandamos pau na estrada e mais 120 km de rípio na cabeça. As aduanas estavam infernais, mas chatas mesmo. Bom, não tem como evitar então, calma e paciência. Chegamos na última aduana que divide Chile de Argentina e daí, 7 km antes, acendeu a reserva da caminhonete. Esta aduana nos traumatizou, tinha uma fila animal, eu estava preocupadão com o diesel e acabava se de informar que posto de combustível só mesmo em Rio Gallegos). Ai vem a sessão desespero: o Machado disse que ia no carro pegar o manual para ver quantos km dá pra rodar depois que a luz acende. Fiquei na fila. Daqui a pouco o cara me volta, tremendo e com os olhos arregalados: “Turra, não achei a caminhonete!” – bom, lembram da minha diarréia antes da viagem e durante a mesma quando o pedal da embreagem ficou pendurado na moto??? Advinha.......
Bom, não podia ser!! Praga dos casal pé frio?? Roubaram a caminhonete na aduana (é uma zona só)?? Delicadamente pedi a chave ao trêmulo Machado e fui verificar.
O CABEÇUDO do Machado foi para o lado errado procurar a por....do carro, ele foi do lado argentino e não do lado Chileno.
Bom, passado o piriri, fomos os 60 km finais a 70 km por hora e rezando para o diesel agüentar. Que porre!! Mas a super querida caminhonete foi bacana com a gente e chegamos no bafo.
Fomos direto à oficina das motos e evidentemente que elas não estavam prontas. Pior, a minha estava com algum problema maior. Ficou para o sábado de manhã.

Dia 10: Cedo fomos para a oficina, moto do Machado OK a minha teve que trocar a bomba de gasolina. Foi diferente, estávamos nós brasileiros, 4 equatorianos e 1 suiço. Todo mundo com as motos precisando de ajuste. Batemos um papo bem legal com toda esta turma, em inglês, em espanhol, em mimiquês e assim vai.
Saímos as 15 hs com destino à Comodoro Rivadávia. Não deu ficamos em Caleta Olívia. Pilotamos até as 10 da noite.

Dia 11: Saímos de Caleta Olivia com destino à (puts não lembramos agora aqui no bar....) mas acabamos ficando antes em Gen Conesa. A notícia do dia foi que paramos um posto da polícia e qdo fomos nos identificar (cheio de gente) o guarda já foi nos liberando (na verdade o Machado e o J), eu tinha isso no banheiro dos caras. Quando voltei aliviado vi o J com cara de bolacha tomando uma dura do policial. Resumo: um corno de um argentino passou naquele instante ali e disse que a gente tava dando pau na estrada. Bom, primeiro: dar pau com estas motos é meio improvável, segundo que a gente tem se cuidado muito e terceiro que o cara que dedurou a gente é um corno mesmo e isso aí!!!Andamos 881 km. Hotelzinho simples de tudo, ventilador no talo e soninho de anjo. O J e o Machado dormiram sozinhos....noite de núpcias (hahahaha). Nota do editor: graças a Deus a paisagem começou a mudar. Nestes últimos 2 dias tinha rigorosamente NADA. Era nada com nada, nada com coisa alguma, nada sem nada.....um nada só. A tua moral vai meio pro vinagre tamanha solidão da região. Nem boi, nem vaca, nem bode e nem mosquito no parabrisa.

Dia 12: Existe vida na argentina!!! Verde, bichos, gente (tá bom....argentinos). Saímos de Ge Conesa rumo à Buenos Aires. Paisagem bacana, passamos por Bahia Blanca, uma cidade bem legal e movimentada. Fiquei mto feliz....vi um shopping e uma gostosona de bicicleta....tudo bem próximo um do outro (Fabi, não fica brava mas to na dureza né fia!!). Antes de outros comentários afirmo: só eu vi tá Lê e Andresa.
Devidamente animados, pau na mula. Tivemos de parar para usar gasolina dos galões porque não tinha posto por mais de 250 km (puts...né que o Machadones me perdeu o galão dele depois disso...).
Chegamos em Saladillo as 18:30 para perguntar sobre pneu para o J porque o dele já era. Mas a cidade aqui é tão maneira que vamos dormir aqui. Um centro super transado, bares mil e gente bonita.
Amanhã queremos chegar no Brasil.
Então, até!!"

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

A volta dos que já foram

Aniversário do Jorge Wilson num Pub-CassinoIlha dos Lobos MarinhosCasal Capote (aqueles que capotaram o Gol)No Glaciar em UshuaiaFarol do Fim do MundoEx-presídio onde esteve Carlos GardelTeleférico na descida do Glaciar em Ushuaia


É, meus caros leitores, nossos amigos aventureiros estão se preparando para voltar. Acima, estão diversas fotos que o JW me enviou. Infelizmente ele mandou também um aplicativo bem legal que mostra todo o roteiro deles até agora para ser visto no Google Earth, mas não tem como colocar aqui no blog. Segue abaixo mais um relato da viagem:

"Ola amigos,

Estamos arrumando as coisa para iniciarmos nossa volta.
Misto de "Ahhhhh, já acabou?" com "Oba!!!Vamos voltar para casa".

Amanhã iniciamos a volta com o trecho Ushuaia - Rio Galegos, 600 Km sendo
120 de ripio.

Vamos à cronologia:

Dia 7: Fizemos o passeio no Canal de Beagle e fomos conhecer o farol, umas
ilhas e os fofinhos dos pingüins (não virei GAY, é que são bonitinhos
mesmo).
A Lê deu uma amarelada (mariada) sai saiu ilesa, ou melhor, nada saiu dela,
se é que vcs me entendem. 4 hrs de passeio e mais de 130 km de navegação, o
frio ANIMAL, mas fazer o que?? Chegamos no ponto mais extremo da nossa
aventura, 62 km afastados da orla (a Antartida estava quase ali...)

Fomos depois para o presídio (ex, na verdade) da cidade. Mtas histórias, mas
difícil entender como um ser humano conseguia ficar preso uma vida toda, num
lugar onde no invernos a temperatura baixa para -10 graus facilzinho, a
maior parte da cadeia de pedra e há 60 anos atrás.

Mas a melhor parte ficou para a noite, íamos ao cassino para comemorar o
niver do J (e talvez ficarmos bilhardários), mas paramos antes num Pub pra
beber e comer algo. Quem encontramos? Wander e Keia. Lembram dos dois de V
Strom de São Sebastião?
Que gente maravilhosa, cheia de historias e aventuras. Brinquei com ele que
a gente tinha escrito sobre os mesmos dias antes. Vão dar mais um role e
voltam passando por Ctba. Ta mais que agendado uma recepção digna da que vcs
merecem.

Wander e Keia, vcs são fantásticos!!! Mas por favor, o celular tbem faz
ligações além de tirar fotos, ta???

Dia 8: Dormimos mais tarde e fomos fazer um trekking num glaciar. Meus
amigos.....que subida. 2 km apenas, mas pedra que não acaba mais e gelo, mto
gelo). Ates um teleférico que nos levou uma pequena parte e depois pernas
pra que te quero. Menos de 10 graus e a gente suando à bessa.

Valeu, imagens incríveis.

Mas....o melhor vem agora: lembram do cara que capotou o gol?? Demos de cara
com eles neste treking hj. Gente eu quase morri de tanto rir, não é que o
casal "pé frio" entrou noutra roubada!? Alugaram outros carro, que segundo
ele não tava lá estas coisas, entraram no ripio aqui entre Estreito de
Magalhães e Ushuaia e furou um pneu. Botou o estepe, de noite, frio pra
caramba e disse, puts não tem borracharia (aliás não tem nada!!) mas não vai
furar outro pneu. Advinha: furou outro pneu. Hahahahahahaha
Olha a caaagada. Teve que pegar carona de noite depois de esperar um tempão,
se virou de verde e amarelo e a garota ficou no carro no meio do nada
esperando.
Dias antes tinham dormido no carro porque chegaram uma cidade e não tinha
hotel.

Ainda bem que a gente não ta no avião com eles na volta.....já viu né.

Abs e até amanhã."

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Casal 20

O Machado me enviou as fotos acima. Segundo ele escreveu, é um casal de brasileiros que mora em São Sebastião/SP: o Wander e a Keia. Eles também foram para Ushuaia de V-Strom e, unanimidade, são gente finíssima! O pessoal se conheceu pelas estradas durante a viagem e ontem foram na festinha de aniversário do JW. Que show! É sempre legal demais conhecer novas pessoas, ainda mais em momentos como este, em que todos estão compartilhando das mesmas paixões. O Wander e a Keia rodarão entre ida e volta, 14.000 km. Parabéns pra eles também e boa viagem!

quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Pot-pourri de imagens

Ontem o Turra mandou o relato abaixo, agora disponível para todos. Além disso, segue um apanhado de fotos e vídeos enviados pelo Machado. Aproveito para dar os parabéns ao JW, desculpe a faixa da Madonna, mas não resisti! Desejo muitos e muitos quilômetros de vida e uma estrada sem rípio pela frente! Aproveite bem este aniversário que deve estar sendo totalmente inesquecível!

"E aí galera!!!!
TAMO NÓIS AQUI NO USHUAIA!!!!!

Perrengues fora, um ajustezinho aqui e outro acolá.....vencemos 50% do desafio. Rodamos 7.300 km pra chegar aqui no final do mundo (ou como nos advertiu o cara da alfandega: NÓS: estamos indo até o final do mundo. ELE: Início do mundo, final do mundo é nos EUA.

Mto legal.

Bom, de forma cronológica:
Dia 04: Saimos de El Calafate com a nossa intrépida e alugada Hilux com destino a voltar a Rio Gallegos. Vento à favor e batemos os 350 km em pouco mais de 3 horas. Batemos um ranguinho e o JW (tbém conhecido como Jorge Mamed Houssef - depois explico) com a Le seguriam viagem para o Ushuaia de moto. Eu e Machado ficamos lá para na segunda levarmos as motos para a revisão.

Dia 5: Eu estava preocupado com a oficina, para minha feliz surpresa uma P...oficina. Revenda Yamaha e Honda, tinha de tudo, de dar inveja em mta loja concessionária em Ctba. Deixamos as 2as motos lá com o dono que nos atendeu super bem, disse que vai dar uma geralzona e trocar o óleo. Tudo numa boa, super atenciosos e ainda nos levou no hotel de Saveiro (3 na bicha).
Tocamos pau para Ushuaia de caminhonete. 650 km de estrada, dos quais 120 de ripio e 4 aduanas. Bom: as aduanas uma mala sem fim, carimba aqui, pega papel ali, carimba de novo, mais e mais, e tava esfriando. O ripio: HAHAHAHAHA INFELIZ!!!!!! É NÓIS NA CAMINHONETE 4X4 BOBÃO!!!!!!!
Já o JW (disse que veio bem, meteu 100 km/h). O J e a Le dormiram em Rio Grande e vieram dia 05 (220 km) para chegarem em Ushuaia, a gente de caminhonete fez o trecho num dia só. Assim, eles chegaram de tarde e nós de noite no mesmo dia.
Passamos pelo Estreito de Magalhães que nos animou mais ainda...faltava pouco. A vegetação mudou bastante e isso é muito lindo, saimos de um semi árido de retas interináveis para florestas densas e com neve nas montanhas. Vista de cinema.
Pela antecipação de 1 dia acabamos pegando outra pousada (eu e Machado) perto da que ficaríamos oriignalmente mas era so por uma noite. Lá na pousada o figuraça do dono nos tratou super bem e disse que era para ficarmos a vontade, só não falar de futebol (ô coitado!!).
Achamos tbém no caminho um cidadão de São Sebastião - SP que ta vindo com a patroa de V Strom igual a nossa, figura tbém. A mulher dele super descolada. Detalhe: 58 aninhos a criança. Velhão animadão!!! Achamos mas um montão de ciclistas.

Em tempo: achamos o parabrisa e o parachoque do gol que o cabeçudo capotou. Retão mole mole.

Dia 6: Hj fomos no Parque Nacional Tierra del Fego onde termina a nossa estrada, ou seja, alí está a placa com o final da Ruta Nacional 3, distante 3079 KM de Buenos Aires e 17.848 km distante da Alaska (iniciamos o planejamento hj no bar........calma Fabi.........brincadeirinha!!!).
O frio bateu forte meus amigos, sem sol e com garoa o bicho pega pra valer. A cidade é pequena e tem um ar as vezes de meio abandonada, meio bem planejada.....meio de lado, já saindo, indo embora, louco por vc PRINCESA!!!! OPS... ME EMPOLGUEI.

Ficamos de varde no centro (os preços aliás aqui andam pela hora da morte), visitamos as lojinhas e todo o centro.

Amanhã dia 7 iremos fazer o passeio de catamarã no Canal de Beagle e ver os pinguins. Amanhã aniverssário do Jorge Mamed Houssef e vamos comemorar no Cassino. Dai já ta quase na hora de voltar.

Ah.....sobre o Jorge Mamed Houssef é simples: dá uma olhada nas fotos e ve a cara do terrorista...digo...amigo.

Falamos amanhã queridos amigos."

video video video